MELALEUCA

Poderoso cicatrizante, bactericida, descongestionante e antioleosidade, o óleo é produzido a partir da destilação de folhas de árvore nativa da Austrália, a Melaleuca alternifólia. Pesquisas publicadas pelo Jornal de Quimioterapia Antimicrobiana, da Universidade de Oxford, na Inglaterra, e pelo Jornal da Sociedade Americana de Microbiologia, apontam sua ação antimicrobiana, antibacteriana e antifúngica, ou seja, auxilia no combate a vírus, bactérias, fungos e parasitas.
Para a pele, pode estimular a cicatrização de ferimentos, aliviar o ardor e melhorar marcas de queimaduras ou manchas, por causa de sua propriedade anti-inflamatória, é também eficiente no cuidado com pelos encravados, foliculite e candidíase.
Para o cabelo, ajuda no tratamento da dermatite seborreica, psoríase ou das caspas, e ajuda a remover as escamas que ficam no couro cabeludo, entre vários outros benefícios.
Você encontra o óleo de melaleuca em diversos produtos da nossa linha de cuidados para o cabelo, pele e barba, como no Shampoo 2 em 1, no Shaving Gel, no Balm Hidratante, no Esfoliante Facial e ainda no Pós-barba Azuleno.
Gostou?

O cabelo, além de ser um adorno, tem a função de proteger a cabeça dos raios solares, o que é feito através da melanina presente nele, a qual é também responsável pela sua coloração. O cabelo possui receptores nervosos que funcionam como sensores, os quais o levam a aumentar a proteção da cabeça quando necessário. O cabelo humano é um filamento queratinizado que cresce a partir de cavidades em forma de sacos chamados folículos. Estes folículos estendem-se desde a derme até a epiderme através do extrato córneo. Cada folículo é um órgão
em miniatura que contém componentes glandulares e musculares. O diâmetro de um fio de cabelo humano varia de 15 a 120 mm, dependendo da raça. O cabelo é basicamente composto por três camadas: cutícula (camada externa composta por várias subcamadas separadas por um complexo de células – endocutícula, epicutícula e exocutícula); córtex (principal componente do cabelo, formado por um conjunto de células cilíndricas denominado de matriz, local onde fica situada a queratina e outras proteínas) e medula (camada mais interna do folículo) que em alguns tipos de cabelo pode não estar presente. Uma proteína de forma espiralada (a alfa-queratina) é que dá sustentação ao cabelo. O cabelo é um “dosímetro biológico”, “filamento de registro” ou “espelho do ambiente” onde o indivíduo foi exposto. Isto porque se houver considerável exposição a determinado elemento químico e droga, por contaminação externa ou através da ingestão, após um certo período a substância estará presente no cabelo. A determinação de elementos traço no cabelo não é apenas um meio de se avaliar a exposição atual, mas também tem potencial para avaliar e reconstruir episódios passados relevantes à saúde, mesmo que a ação já tenha cessado.

Você sabe qual é o real significado de pontas duplas? Não? Então embarque nessa leitura e aprenda o que de fato é uma ponta dupla!

Grande parte das pessoas pensam erroneamente que ponta dupla é um fio de cabelo com duas pontas. Mas na verdade a ponta dupla nada mais é do que um cabelo quebradiço e ressecado! Neste pequeno artigo, falarei sobre esse assunto explicando com detalhes essa anomalia capilar que assombra as mulheres e também aos homens e para melhor entender é necessário lhe explicar a anatomia do fio de cabelo.

O fio de cabelo é separado em três camadas distintas que são elas: cutícula, córtex e medula!

CUTÍCULA: A cutícula é uma espécie de capa protetora do fio, assemelha-se às escamas de peixe. Ela é a primeira camada da estrutura capilar!

CÓRTEX: O córtex é a camada localizada logo abaixo da cutícula. Ele é o responsável pela resistência do fio e quando o cabelo recebe um produto de pH alcalino ou ácido ele se mantém elástico permitindo que o fio dobre de tamanho e retorne ao estado normal sem se danificar!

MEDULA: A medula é a camada mais interna do fio e está diretamente ligada ao bulbo. É o cerne da estrutura capilar, ou seja, o centro da força do fio que tem como função distribuir nutrientes até as pontas, além de ser responsável pela termorregulação!

Agora que já conhecemos toda a anatomia do fio, posso lhe afirmar que qualquer dano causado ao córtex terá como consequência os fios quebradiços e as pontas duplas. Mas como que se dá isso? Bom, o que pode causar danos ao córtex são as ações mecânicas em demasia como por exemplo: secador e prancha (chapinha) em altas temperaturas, assim também como os pentes e escovas com dentes e cerdas estragadas. Caso os danos consigam alcançar a medula, teremos como resultado a perda do bulbo capilar, uma vez que eles estão diretamente interligados como já mencionei acima. Antes de escovar ou fazer a chapinha, é ideal que se use um leave-in para estender a proteção do fio, assim também temos pomadas modeladoras que auxiliam nessa proteção no dia a dia!

Por Derik Warwick, 25 de maio de 2020.

A foliculite é uma afecção cutânea que atinge o folículo piloso, designada de sicose ou foliculite da barba quando atinge os pelos da região da barba. Essa manifestação afeta principalmente os jovens adultos do sexo masculino e desenvolve no local um processo inflamatório multifatorial, seja por infecção bacteriana ou favorecida pela má higiene e o barbear incorreto. O diagnóstico clínico é realizado avaliando-se as características das lesões e os tratamentos derivados da gravidade envolvem o uso de antibioticoterapia de uso local ou sistêmico específicos para a bactéria causadora, anti-inflamatórios, protocolos estéticos com uso de cosméticos adjuvantes, além de evitar fatores predisponentes, como a depilação incorreta.